Ótica Visual

Ótica Visual

terça-feira, 9 de maio de 2017

Mais de 160 eleitores de Assú estão irregulares

Dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta última segunda-feira, dia 08 de maio, apontam que em Assú 168 eleitores não votaram nem justificaram a ausência nas cinco últimas eleições alternadas ou três consecutivas. Essa quantidade exata de votantes que deveriam se regularizar para que seus títulos não fossem cancelados. Para isso era necessário pagar uma multa no valor de R$ 3,50 por cada pleito perdido (eleição não votada). O prazo para este procedimento terminou no último dia 02 de maio em curso. O TSE aponta que apenas três eleitores atenderam ao chamado e foram a sede do Cartório da 29ª Zona Eleitoral localizado no bairro Novo Horizonte – IPE em Assú. Mas, 165 perderam a oportunidade. Em Ipanguaçu todos os 35 eleitores que deveriam se regularizar perante a Justiça Eleitoral cumpriram com sua obrigação. O mesmo pode se dizer a respeito dos 17 eleitores de Itajá que estavam nessa condição.
O TSE esclarece que o cancelamento automático do título de eleitor ocorrerá de 17 a 19 de maio corrente. A relação dos eleitores que podem ter o título cancelado deve ser consultada no site do TSE ou nos cartórios eleitorais — a Justiça Eleitoral não faz comunicação por e-mail ou correspondência.
Quem não regularizou a situação do título eleitoral poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BB Incorporações