Ótica Visual

Ótica Visual

domingo, 23 de julho de 2017

UERN realiza solenidade de Colação de Grau no Campus Avançado de Assú

Cumprindo a missão de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da região onde está inserida, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) entrega mais 87 novos profissionais capacitados para enfrentar os desafios do mercado e da vida. A conclusão deste ciclo de formação foi celebrada na noite desta quinta-feira, 20, em solenidade de Colação de Grau, no Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão, em Assú
Presidida pelo vice-reitor, professor Aldo Gonim Fernandes, a cerimônia foi prestigiada por familiares, parentes e amigos dos formandos, pelo prefeito de Assú Gustavo Soares, e por professores e diretores de unidades. Em um auditório lotado, os concluintes receberam o diploma pela formação nos cursos de Ciências Econômicas, Pedagogia, Letras, História, do Campus Avançado de Assú e no curso de Letras, do Núcleo Avançado de Educação Superior de Macau.
A oradora da turma, Maria Luiza de Oliveira Araújo, do curso de Ciências Econômicas, do Campus de Assú lembrou dos desafios e dificuldades enfrentadas para concluir a graduação, das abdicações, das alegrias, das superações e dos apoios que contribuíram para cada um dos formandos chegar à solenidade desta noite. 
Hoje é um momento de festa e agradecimento”, frisa.
A cerimônia de colação de grau traz consigo uma emoção simbólica carregada de histórias de vida de cada um dos concluintes. Narrativas como a de Joelton Ramos da Silva, que concluiu o curso de História e foi o juramentista da turma. Natural de Pendências, Joelton Ramos precisou superar as dificuldades financeiras, a distância e os percalços no caminho para concluir esta etapa. Hoje, ele fala com emoção e orgulho de ser o primeiro membro de sua família a conquistar o título de graduado.
É uma alegria muito grande”, frisa, destacando que pretende fazer um mestrado e seguir na carreira acadêmica.
Semelhante a Joelton Ramos, a maior parte dos graduados na noite de quinta-feira é o primeiro de sua família a concluir uma graduação, como lembrou a paraninfa da turma a professora Dr. Marlúcia Barros Lopes Cabral, diretora do Campus de Assú.
Mais de 70% dos alunos na Universidade são de famílias menos favorecidas”, disse a professora, ressaltando o papel da Universidade na transformação de vidas. Ela enfatizou ainda a importância e a responsabilidade dos graduados em usar sabedoria com compromisso e agir de forma responsável e comprometida.
Para o vice-reitor Aldo Gondim, a UERN se orgulha em ser protagonista na transformação social e econômica do município e região onde está instalada.
A UERN é uma universidade pública, gratuita e de muita qualidade”, enfatiza. A qualidade reconhecida nacionalmente se deve, principalmente, segundo o vice-reitor, aos servidores e todos aqueles que fazem a instituição.
O professor Aldo Gondim parabenizou a todos os formandos e destacou que “as portas da UERN estarão sempre abertas para recebê-los”, em referência à possibilidade da educação continuada. Atualmente, a instituição possui 20 cursos de mestrado, dois doutorados e 20 especializações, o que possibilita aos graduados a retornarem à Universidade para se capacitar e se qualificar.
Ainda durante a solenidade, os graduados Érika Miranda de Souza, Ciências Econômicas, Francisca Cristiane Cavalcanti da Silva, do curso de Pedagogia, Aldo Guilherme de Silva, do curso de Letras – Língua Portuguesa; e Lázaro Vieira Almeida de Oliveira Júnior, do curso de Letras- Língua Inglesa, todos do Campus Avançado de Assú foram homenageados com a Comenda do Mérito Acadêmico. Também foi prestada uma homenagem especial ao professor Aldo Gondim, que foi aplaudido de  pé pela comunidade acadêmica pelo trabalho desenvolvido por três décadas em prol da UERN.
Fonte: Site oficial da UERN.

Agosto: Jornadas de Formação em Patrimônio Cultural, Educação Patrimonial e Desenvolvimento Local a partir do dia 10 em Assú

As Jornadas de Formação em Patrimônio Cultural, Educação Patrimonial e Desenvolvimento Local ocorrerá na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, município de Assú, no período entre 10 e 12 de agosto de 2017.
Uma ação educativa que busca dialogar e refletir sobre os novos marcos legais e diretrizes das políticas de Educação Patrimonial, que intervenha e proponha ações continuadas entre o poder público e sociedade civil organizada, bem como sobre os significados da educação no contexto da noção de patrimônio cultural.
Um espaço horizontal de reflexão crítica e intervenções patrimoniais na cidade de Assú destinado a estudantes, professores, gestores, movimentos e grupos culturais, artistas e profissionais do turismo, da educação e da cultura que tenham interesse na difusão e preservação da memória e do patrimônio cultural com vistas à articulação comunitária e o desenvolvimento local e regional.
Assumindo a importância da dialogia entre os diferentes atores sociais na produção do conhecimento a programação das Jornadas propõe a presença em suas atividades de especialistas do campo da memória e do patrimônio cultural, de representantes da sociedade civil e comunidades tradicionais, do Poder Público e de instituições de preservação de todo a região do Vale do Assú.
Tal articulação pretende estimular a constituição de uma rede que envolva profissionais, instituições, iniciativa privada, estudantes, gestores e comunidades em um trabalho conjunto com vistas ao desencadeamento de um processo permanente de ações centradas no patrimônio cultural como fonte de conhecimento desenvolvimento local.
A programação das Jornadas será composta de rodas de diálogo, exposições fotográficas, intervenções patrimoniais e apresentações culturais que tratarão de questões relacionadas à legislação e políticas públicas para o campo da memória e do patrimônio cultural, educação patrimonial, turismo de base comunitária, economia da cultura, desenvolvimento local e etc.
Inscrições e maiores informações em: 
http://jornadaspatrimoniaisassu.com.br/
PROGRAMAÇÃO:
10, 11 e 12 de agosto de 2017
10/08 - QUINTA-FEIRA 
8h às 9:30h- Credenciamento. 
9:30h - Mesa oficial de abertura do evento com a presença de autoridades, instituições convidadas e organização das Jornadas.
10:30h – Conferência de abertura. Novas diretrizes da política nacional de Educação Patrimonial;
Palestrante: Sônia Rampim Florêncio (Coordenadora de Educação Patrimonial / IPHAN)
12:00 – ALMOÇO.
14:00 – Apresentação dos grupos, comunidades e iniciativas de memória, patrimônio e museologia social presentes nas Jornadas.
15:30 – INTERVALO. Lanche
16:00 – Valorização do patrimônio cultural e proteção aos conhecimentos e referências culturais dos povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais
Participantes: José Minervino (Comunidade Indígena Caboclos); Paulo Márcio (Comunidade Quilombola Picada), Lúcia Tavares (Centro Histórico Cultural dos Indíos Tapuia Paiacus da Lagoa do Apodi, Rafael Potiguara (Projeto Saberes Indígenas / Comunidade Indígena Amarelão).
Mediação: Daniel Luna (Instituto Cobra Azul)
18:00 – Abertura das exposições na Casa da Cultura de Assu.
- Chico Daniel: memória e tradição do mamulengo na escola. 
- Rede de Pontos de Memória
- Arqueologia 
19:00 – Noite cultural.
Local: Casa da Cultura de Assú
11/08 - SEXTA-FEIRA
8h - Oficinas e / ou minicursos 
10h. INTERVALO. Lanche
10: 30 Oficinas e /ou minicursos
12h – ALMOÇO.
13:30 – Roda de diálogo: Projetos culturais, turismo de base comunitária, patrimônio cultural e desenvolvimento local.
Participantes: Nivaldo Aureliano (Ação do Buraco ao Mundo / PB), 
Heraldo Alves (Museu Indígena Jenipapo Kanindé / Rede Cearense de Turismo Comunitário), João do Cumbe (Associação Quilombola do Cumbe / Rede Cearense de Turismo Comunitário), Penhinha Teixeira (Escola Viva Olho do Tempo / Vale Gramame)
15:30. INTERVALO. Lanche
16h – Roda de diálogo: Educação Patrimonial: redes de memória, patrimônio e museologia social.
Participantes: Sônia Rampim Florêncio (Coordenadora de Educação Patrimonial / IPHAN), João Paulo Vieira (Projeto Historiando / Rede Cearense de Museus Comunitários), Átila Tolentino (Coordenador da Casa do Patrimônio da Paraíba / IPHAN), Raimundo Melo (Rede Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN).
19h – Apresentação Cultural
12/08- SÁBADO
8h - Oficinas e / ou minicursos 
10h. INTERVALO. Lanche
10: 30h Oficinas e /ou minicursos
12:00 – ALMOÇO. 
13:30 – Roda de diálogo: Experiências comunitárias de patrimônio, memória e museologia social
Participantes: Talita B. de Souza (Museu Nísia Floresta / RN), Maria Aldeiza (Ponto de Memória Chico Daniel / RN), Rafael Potiguara (Projeto Saberes Indígenas / Comunidade Indígena Amarelão / RN), Larissa Isidoro Serradela (Ação do Buraco ao Mundo / PB);
Mediação: João Paulo Vieira (Projeto Historiando / Rede Cearense de Museus Comunitários)
15:30 – INTERVALO. Lanche
16:00 – Discussão sobre a constituição de Rede de Memória e Patrimônio que envolva profissionais, instituições, iniciativa privada, estudantes, gestores e comunidade em um trabalho conjunto com vistas ao desencadeamento no Vale do Açu de um processo permanente de ações centradas no patrimônio cultural como fonte de conhecimento desenvolvimento local.
19:00 – CONFRATERNIZAÇÃO DE ENCERRAMENTO. 
25 /06 (Domingo) - Programação opcional
9h - Visita a uma comunidade / Apresentação do Roteiro Patrimonial
Oficinas/minicursos:
Oficina 1 - Educação Patrimonial: construindo roteiros das referências culturais locais.
Ministrante: Átila Tolentino (Coordenador da Casa do Patrimônio da Paraíba / IPHAN);
Oficina 2 - Oficina de Cartografia patrimonial.
Ministrante: Samuel Gomes 
Oficina 3 – Oficina de Inventário Participativo das referências culturais. 
Ministrante: João Paulo Vieira (Projeto Historiando / Rede Cearense de Museus Comunitários), 
Oficina 4 – Oficina / vivência de educação patrimonial
Ministrantes: Nivaldo Aureliano e Larissa Isidoro Serradela (Ação do Buraco ao Mundo / PB)
5 – Oficina de Fotografia, Memória e Identidade
Ministrante: Raimundo Melo (Rede Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN).
6 – Oficina de Ensino de História, memória e história local.
Ministrante: Andreza Oliver (Universidade Estadual do Rio Grande do Norte / UERN).
Conteúdo integral extraído da página que divulga o evento no Facebook.

Suspeito de assalto é surrado em via pública

Na noite deste sábado, 22 de julho, a população surrou na Rua Monsenhor Júlio um suspeito de ter cometido três assaltos sendo o último na citada via onde foi detido. Informação do site Assú Notícia salienta que três pessoas se apresentaram como vítimas dos assaltos. No entanto, se recusaram a ir até cidade de Mossoró para formalizar a queixa na Delegacia de Plantão e ser lavrado o Auto de Prisão em Flagrante do indivíduo - com idade inferior a 18 anos o qual foi liberado.

sábado, 22 de julho de 2017

Empresários do setor têxtil debatem com prefeito adequação técnica para obter licença

O prefeito Gustavo Montenegro Soares recebeu nesta quinta-feira, dia 20, em seu Gabinete, a visita de empresários das facções têxteis instaladas nos galpões localizados dentro da área do Centro Administrativo Prefeito Edgard Borges Montenegro. Na oportunidade, os empreendedores expuseram ao chefe do Executivo uma exigência apresentada pelo CBM/RN-Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte para a adequação legal das unidades produtivas. Foi relatado que a instituição estadual está requisitando das facções têxteis a necessária adaptação estrutural dos espaços físicos para que venham a dispor do AVCB-Alvará de Vistoria do Corpo de Bombeiros. Além dos representantes das empresas, participaram do encontro com o prefeito Gustavo Soares o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luís Oliveira, e os vereadores Wedson Nazareno e Júnior do Trapiá. O secretário destacou que o prefeito se propôs a dar celeridade junto aos órgãos da administração de maneira a que as recomendações técnicas do CBM/RN sejam atendidas. O AVCB garante a certificação de que, durante a vistoria, a edificação possuía as condições de segurança contra incêndio (trata-se um conjunto de medidas estruturais, técnicas e organizacionais integradas para garantir a edificação um nível ótimo de proteção no segmento de segurança contra incêndios e pânico), previstas pela legislação e constantes no processo, estabelecendo um período de revalidação.
Fonte: Prefeitura do Assú – Secretaria Municipal de Comunicação e Ouvidoria.

Últimos dias de matrículas para cursos técnicos e de pós-graduação a distância com vagas Assú

O Senac RN está com inscrições abertas para cursos técnicos e de pós-graduação a distância (EAD) nos polos de Natal, Assú, Caicó e Mossoró, em áreas como turismo, segurança, gestão, informática e meio ambiente. Os interessados devem se inscrever através no site www.ead.senac.br, até o dia 14 de agosto, para os cursos técnicos, e 31 de julho, para pós-graduação. Para se destacar no mercado de trabalho é preciso estar capacitado e aperfeiçoar os conhecimentos. No entanto, na correria do dia a dia as vezes é difícil conciliar os estudos com os demais compromissos. Neste contexto os cursos online são uma boa opção, pois permitem ao aluno estudar no horário e local que desejar, conforme sua rotina, com maior autonomia e flexibilidade. Os cursos técnicos são voltados para as pessoas que cursam ou já concluíram o Ensino Médio e objetivam aprender uma profissão, para entrar no mercado de trabalho ou acrescentar a formação acadêmica já existente. Ao todo, o Senac dispõe de 12 cursos técnicos da modalidade EAD. A pós-graduação do Senac EAD conta com mais de 30 opções de cursos com foco nas demandas do mercado de trabalho, com professores titulados nas áreas em que atuam para orientar e esclarecer dúvidas. Na Educação a Distância, as aulas são executadas por meio do ambiente de aprendizado virtual, acessado através da internet. O conteúdo didático é fornecido online para os alunos, que também têm acesso a material para download, biblioteca de sites, vídeos e referenciais teóricos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 4005-1000 ou através do site www.ead.senac.br.
Fonte: Senac