Ótica Visual

Ótica Visual

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Taekwondista assuense é campeã em competição disputada no estado de São Paulo

A atleta Nívia Barros da cidade de Assú sagrou-se campeã nos Jogos Regionais do Estado de São Paulo. A taekwondista do Team Taekwondo Escola foi contratada para representar o Santos Futebol Clube na edição de número 81 da competição que foi disputada em São Caetano do Sul no ABC Paulista. Nas duas edições anteriores Nívia havia conquistado prata e bronze respectivamente. Porém, em 2017 subiu ao ponto mais alto do pódio. Ainda sobre taekwondo, no último final de semana o Team Taekwondo Escola foi uma das delegações participantes do Cabugi Open que aconteceu no município de Lajes região Central do estado. O técnico Fábio Lourenço da Silva informou que a equipe assuense que ficou na terceira colocação geral conquistando 15 medalhas sendo 11 de ouro.

Assú: Saúde pública municipal dá sequência a ações relativas a campanha Novembro Azul

Toda a estrutura do setor de saúde pública do município do Assú está engajada às ações referentes a campanha Novembro Azul. Conforme informação do secretário municipal de Saúde, Luiz Eduardo, a tarefa mobiliza todo o conjunto de profissionais da pasta e se verifica em todos os núcleos de atendimento da rede pública, tanto da cidade como da zona rural.
O trabalho consiste basicamente na propagação de informações de como agir preventivamente a fim de evitar o problema”, explicou o secretário municipal.
Novembro Azul é o nome do movimento internacional que busca a conscientização a respeito do câncer de próstata e da saúde masculina. A campanha visa alertar os homens da importância do diagnóstico precoce. Além de conscientizar a respeito do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças comuns em homens, o Novembro Azul também veio com a ideia quebrar o preconceito que muitos homens têm em relação ao exame de toque. O câncer de próstata é o tipo de câncer mais incidente em homens.
Fonte: Prefeitura do Assú – Secretaria Municipal de Comunicação e Ouvidoria.

Fátima cobra apoio do governo federal para solucionar crise dos municípios

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Durante a audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, que debateu a crise financeira dos munícipios, a senadora Fátima Bezerra cobrou, nesta quarta-feira (22), do governo federal uma medida concreta de auxílio às prefeituras de todo país, a exemplo do que fizeram os presidentes Lula e Dilma Rousseff, que liberaram apoio financeiro aos municípios nos períodos de crises. Os prefeitos solicitam que o governo federal edite uma medida provisória liberando R$ 4 bilhões para poderem, ao menos, cumprir com seus compromissos de custeio até o fim deste ano. Nesta quarta-feira (22), no final do dia, o presidente Temer receberá a comitiva de prefeitos no Palácio do Planalto. A expectativa é que o governo apresente uma proposta para socorrer os municípios.
A pauta apresentada pelos prefeitos em Brasília, com proposições que estão em tramitação no Congresso, como a derrubada do veto 30 (Encontro de Contas dos Municípios com a União e parcelamento das dívidas previdenciárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios), apresentações de emendas, entre outros são importantes. Mas, neste momento, o foco tem que ser a apresentação da medida provisória. Os prefeitos não têm que pedir, eles têm que exigir do governo federal a medida provisória, que garanta o equilíbrio financeiro. Isto não é nada, para um governo que vem patrocinando benefícios, anistias, refis e perdoando dívidas de grandes empresários e banqueiros”, destacou Fátima.
Debate
Para o presidente da Confederação Nacional do Munícipios (CNM) , Paulo Zilkoski, Executivo e Legislativo precisam buscar soluções estruturantes para as prefeituras de todo país, não apenas medidas paliativas, passando pela construção de um novo Pacto Federativo. “Tem que haver mais respeito com os municípios no Brasil”, declarou Paulo Zilkoski.
Benes Leocádio, presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, destacou que as prefeituras necessitam de mais recursos para oferecer um serviço mais qualificado à população.
Não precisamos estar de pires na mão, mendigando todo ano, apelando por apoio do governo federal. Hoje estamos aqui para dizer que não queremos mais pedir; queremos respeito à nossa Constituição, ao pacto federativo e a todos brasileiros, pois eles moram em nossos municípios”, cobrou.
No estado do Rio Grande do Norte, segundo dados da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, há 287 obras paralisadas e outras 370 que deveriam ter sido iniciadas, mas foram suspensas pelo atual governo. Além dos presidentes da FEMURN e da CNM, participaram da reunião o presidente da Associação Mineira de Municípios, prefeito Julvan Lacerda; o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga; o presidente da Associação Amazonense dos Municípios, Anderson Cavalcante e o presidente da Federação da Associação dos Municípios da Paraíba, Tota Guedes. O Rio Grande do Norte estava representado pela deputada Zenaide e pelos prefeitos de Jandaíra, Carnaúba dos Dantas, Passa e Fica, Jardim do Seridó e Jaçanã.
Fonte: Assessoria de Imprensa - Senadora Fátima Bezerra - PT/RN

Delegados de Assú e Caicó coordenam operação da Polícia Civil em Itajá

A Polícia Civil deflagrou na madrugada desta quinta-feira, dia 23 de novembro a Operação Adsumus, na cidade de Itajá região do Vale do Açu. A ofensiva visa o combate ao crime organizado. De acordo com informação dada por Cidorgeton Pinheiro titular da Delegacia de Polícia de Assú, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em imóveis de suspeitos por crimes de tráfico de drogas e outros, como homicídios.
Divulgação: Polícia Civil
A ação foi coordenada pelos delegados Cidorgeton Pinheiro, e Leonardo Germano, de Assú e Caicó respectivamente, e resultou na prisão de Nivânia Santos Dantas (31) e Francisco Moézio de Oliveira (43), cada um deles flagrado com uma arma de fogo, uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38.
Divulgação: Polícia Civil
Com o casal também foi apreendido a importância de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), relógios, peças e ouro e um giroflex. A ação conjunta das Delegacias de Serra Negra, Caicó e Assú visa, ainda, a robustecer com provas as investigações por crimes de homicídios praticados por suspeitos alvos da operação. Adsumus é um lema dos fuzileiros navais e significa “estar presente” ou “aqui estamos”, esclarecendo que a Polícia Civil está atenta aos problemas da cidade de Itajá.
Divulgação: Polícia Civil
Em continuidade à operação Adusumus, na parte da tarde, policiais civis e militares de Assú apreenderam mais duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 380, essa última com dois carregadores e farta munição, além de drogas e diversos objetivos de origem suspeita. Cinco homens foram presos nessa fase da operação, alguns já muito conhecidos da polícia e recém-saídos da prisão. O delegado Cidorgeton Pinheiro informou que o grupo, durante essa semana, foi apontado como responsável por alguns ilícitos na cidade, sendo que alguns deles têm vínculos com os alvos de medidas cautelas cumpridas, na cidade de Itajá na fase inicial da ofensiva.
Divulgação: Polícia Civil
Foram presos em flagrante delito, pelos crimes de tráfico drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo, receptação e associação criminosa armada, as pessoas de Aldejackson Gonzaga do Nascimento (30), Jhonatas Felipe Pereira Barros (23), Paulo Inácio de Melo (28), Nário Bruno Oliveira da Rocha (28) e Irismar Rodrigues da Silva (28). O quinteto é conhecido pelos apelidos de Djackson, Pão com Ovo, Paulo de Tadu, Jagatá e Didi respectivamente.  Ao todo, no fechamento da operação, foram quatro armas de fogo. Em vídeo (Créditos do Assú Notícia – Jalisson Ferreira), uma entrevista com o delegado de Assú, Cidorgeton Pinheiro.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

IGARN e ANA anunciam nova medida restritiva para captação de recursos hídricos no Vale do Açu

Reprodução
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN) e a Agencia Nacional de Águas (ANA) estabeleceram regras de restrição para captações de água localizadas nos açudes Armando Ribeiro Gonçalves e Pataxó, no rio Açu e Açude Pataxó. As restrições estão valendo desde o dia 01/11/17. Na manhã desta terça-feira (21/11) o nível da régua a estação fluviométrica Pendências marcou 0,93cm, o que torna necessária a interrupção das captações de água destinadas a empreendimentos de irrigação, aquicultura em tanques escavados e indústria seguindo o que versa o Artigo 14 da Resolução:
Art. 14. Enquanto o nível d’água observado na estação fluviométrica Pendências (código 37761000) for inferior a 1,00 m, as captações de água destinadas a empreendimentos de irrigação, aquicultura em tanques escavados e indústria deverão ser interrompidas, com vistas a possibilitar a continuidade da operação dos sistemas públicos de abastecimento de água.
Fonte: IGARN