Ótica Visual

Ótica Visual

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente de Assú e mais 28 cidades receberão doações via Imposto de Renda

Reprodução
Informação postada no site oficial do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte dá conta que dados preliminares da Receita Federal indicam que as doações, via declaração de Imposto de Renda, para o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente (FDCA), serão destinadas a 30 fundos municipais de 29 cidades potiguares. Somados, esses valores somam aproximadamente R$ 500 mil. Nos últimos três anos, as doações para o FDCA do Rio Grande do Norte pelo IR cresceram mais de 300%. As instituições beneficiadas, segundo a mesma fonte, são dos municípios de Acari, Alexandria, Apodi, Areia Branca, Assú, Baraúna, Caicó, Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, Doutor Severiano, Felipe Guerra, Goianinha, Guamaré, Ipanguaçu, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, Mossoró, Natal, Nísia Floresta, Parelhas, Parnamirim, Pau dos Ferros, Portalegre, São Bento do Trairi, São Fernando, São Miguel do Gostoso, Severiano Melo, Tibau e Umarizal. O coordenador da Infância e Juventude do TJRN, juiz José Dantas de Paiva, destaca que as contribuições de pessoas físicas com destinação de recursos para a área da criança e do adolescente podem aumentar muito mais. Ele enfatiza o crescimento como resultado de articulação entre as entidades envolvidas, compromisso cada vez maior da sociedade com a causa e a divulgação feita sobre o tema.

Del Monte obtém licença de operação para atividades em Assú, Ipanguaçu e Carnaubais

Foram assinados pelo contador Leoncidney Correia Cavalcante os avisos que têm publicação através da edição de sábado passado, dia 16 de junho, do Diário Oficial do Estado com o objetivo de anunciar que a empresa Del Monte Fresh Produce Brasil Ltda. recebeu licenciamento de operação para atividades de produção de frutas (banana) em imóveis rurais situados nos municípios de Assú, Ipanguaçu e Carnaubais. As licenças de operação – no total de seis – foram concedidas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema/RN), com sede na capital do estado. A notícia é do blog Pauta Aberta.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Destruído: Carro é consumido pelo fogo em Assú na noite desta quarta-feira

Reprodução do WhatsApp
Na noite desta quarta-feira, 20 de junho um veículo Volkswagen Gol de cor branca pegou fogo na localidade de Entre Rios em Assú. Informações dão conta que o carro era dirigido pela sua proprietária de nome Maria Elza de Lima.
Reprodução do WhatsApp
A condutora do veículo saiu a tempo de não se ferir. Não se sabe ao certo o que teria dada causa ao incêndio que reduziu o carro a destruição. 

Iniciada promoção do arquivamento em relação a três Inquéritos Civis

Mais três Inquéritos Civis estão tendo iniciado o processo de arquivamento por decisão do 3º promotor de Justiça da comarca do Assú, bacharel Alexandre Gonçalves Frazão. Os avisos com este fim têm veiculação nesta quarta-feira (20) por meio do Diário Oficial do Estado. São eles: Inquérito Civil nº 06.2016.00004650-4, que versou sobre a apuração de suposta irregularidade na distribuição do abastecimento de água à Comunidade Baixa dos Galegos, em Assú, pelo presidente da associação dos moradores; Inquérito Civil nº 06.2013.00003191-0, que objetivou investigar possíveis irregularidades cometidas pela autoescola Piloto em cidades que já possuem centro de formação de condutores; e, Inquérito Civil nº 06.2010.00000857-4, que versou sobre o disciplinamento do trânsito de Assú e fiscalização a respeito do cumprimento das normas de trânsito por parte dos órgãos públicos pertinentes. Aos interessados, o fiscal da lei o prazo até a data da sessão de julgamento da promoção de arquivamento pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), na capital do estado, para, querendo, apresentar razões escritas ou documentos nos referidos autos.
Fonte: Blog Pauta Aberta

Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN se reunirá em Assú nesta sexta-feira

Os mais altos interesses do Estado do Rio Grande do Norte estarão sendo discutidos e delineados neste ano de 2018, em função do calendário eleitoral. O engajamento e a mobilização social serão fundamentais para que o processo eleitoral resulte em garantias para manutenção da educação pública, gratuita e de qualidade oferecida pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. A Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN convida vossa senhoria para participar de reunião que acontecerá no dia 22 de junho, às 16h, no Campus Avançado Walter de Sá Leitão, na cidade de Assú. A reunião tem por objetivo divulgar, articular e fortalecer as ações deste movimento em prol do ensino superior público, gratuito e de qualidade ofertado pela UERN.
A Frente é um movimento plural e suprapartidário que começou a ser pensado em outubro de 2016, com o objetivo de apoiar as principais demandas propostas pelos segmentos universitários, contribuindo para o fortalecimento da instituição educacional indispensável ao desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Norte. Sua composição é formada por representantes de todos os segmentos da Universidade, além de membros das câmaras municipais de diversas cidades, Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, OAB, associações de classe, entidades culturais e religiosas, entre outras, todas elas comprometidas com a defesa e promoção da Universidade. A Frente tem por objetivo contribuir para sedimentação e fortalecimento do apoio político e social ao ensino superior ofertado pelo governo estadual. Para isso, devemos discutir e promover permanentemente a UERN, especialmente fora dos momentos de crise ou quando alguém lança algum ataque à instituição. Para atingir seu objetivo, a Frente busca unir forças sociais externas à UERN e chamar a atenção dos poderes constituídos, especialmente do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa para a necessidade de se garantir o pleno e integral funcionamento da instituição universitária, nas suas dimensões indissociáveis de ensino, pesquisa e extensão.  Contamos com sua valiosa presença. O texto é assinado pelo professor Francisco Carlos Carvalho de Melo, vereador e coordenador da Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN.