terça-feira, 19 de outubro de 2021

Vale Sustentável: Equipe técnica do Projeto faz entrega de mudas de árvores frutíferas na zona rural de Assú

Divulgação

Na última quinta-feira, 15 de outubro, a equipe técnica do Projeto Vale Sustentável esteve realizando a entrega de 186 mudas frutíferas nas comunidades de Baixa de São Francisco, Bom Lugar e São Lucas, localizadas no município de Assú.

Cada família foi contemplada com 13 variedades de mudas frutíferas, como forma de promover o fortalecimento dos quintais produtivos da região. As mudas entregues foram: acerola, graviola, umbu, cajarana, manga cuité, manga rosa, manga maranhão, manga espada, tamarindo, cajueiro, goiabeira, limão, abacate, romã e banana pacovan.

Toda a comunidade esteve presente durante a ação, participando ativamente e ouvindo as orientações de plantio do técnico Luciano Bezerra. Para o presidente da associação, Expedito Zuza de Aquino, o momento foi de muita felicidade e agradecimento: “fiquei muito feliz por todos estarem recebendo essas mudas. Muito grato, primeiramente por vocês estarem executando essa ação aqui hoje.  Foi um momento muito especial para todos que receberam e não acreditavam em receber. Eu espero que eles plantem e cuidem, para que quando vocês retornem consigam ver a beleza no resultado dessas mudas”.

O projeto é uma realização da Anea, com o patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras socioambiental.

A notícia é da página do Projeto Vale Sustentável no Facebook.

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Web rádio Sol da Justiça - O seu canal de música cristã em Assú


UERN: Campus de Assú inicia seleção para curso de especialização em Economia de Empresas

O Departamento de Economia da Uern Assú inicia, em novembro, a etapa de inscrições para o curso de especialização lato sensu em Economia de Empresas. O curso disponibilizará 30 vagas e é destinado a bacharéis em Ciências Econômicas e áreas afins.

As aulas serão ministradas, às sextas-feiras, das 18h às 22h20. Aos sábados, as aulas serão das 07h às 12h30 e das 13h às 16h40. Conforme a carga-horária das disciplinas e a disponibilidade dos professores, os horários podem sofrer alterações.

As inscrições custam R$ 50 e podem ser feitas de 1º de novembro até 30 de dezembro, através de ficha de inscrição disponível no edital. Já a mensalidade dos aprovados custará R$ 300.

Conforme o cronograma oficial, as aulas deverão ter início no dia 11 de fevereiro de 2022. A previsão é de que as aulas iniciem no formato remoto, dependendo das condições impostas pela pandemia do coronavírus.

O cronograma completo, os componentes curriculares e demais detalhes da seleção podem ser acessados no edital, através deste link.

Fonte: UERN

Neoenergia Cosern realiza lavagem de rede elétrica em 10 cidades

Reprodução

Neoenergia Cosern está realizando uma operação especial de lavagem da rede elétrica em dez municípios das regiões Oeste e Costa Branca (Mossoró, Areia Branca, Serra do Mel, Porto do Mangue, Grossos, Carnaubais, Tibau, Macau, Guamaré e Pendências).

A lavagem da rede – uma das várias ações da “Operação Verão” da distribuidora que começa em julho e vai até o carnaval – é realizada sem a necessidade de interrupção no fornecimento de energia elétrica para os clientes. De setembro até dezembro, a previsão da concessionária é utilizar cerca de 612 mil litros de água desmineralizada para lavar cerca de 36 mil estruturas (entre cabos, isoladores, transformadores e subestações).

O objetivo da lavagem é eliminar os defeitos causados pela ação natural da maresia, salinidade e poluição atmosférica em fios e estruturas do nosso sistema elétrico”, explica Luiz José Queiroz, Superintendente de Operações da Neoenergia Cosern. “Ressaltamos que o procedimento só pode ser feito pelos técnicos da concessionária, seguindo todos os procedimentos de segurança, e reforçamos o alerta para que a população sempre mantenha distância da rede elétrica”, lembra Luiz José.

Como é feita a lavagem da rede elétrica

A lavagem é feita com o uso de um caminhão tanque, abastecido com água desmineralizada e equipado com isoladores de forma a não transmitir energia. Para garantir a segurança da atividade, os jatos de água são intermitentes, ou seja, são descontinuados a intervalos regulares de modo a prevenir possível fuga de corrente.

Fonte: Defato.com